quarta-feira, junho 04, 2008

Curioso



Não é curioso que enquanto a maioria das pessoas cresce adquirindo mais responsabilidade e mais independência, eu sinta que cresci porque dependo mais?

E o que chamar a uma inocência que não sendo por falta de inteligência também não se perde com todas as desilusões do caminho?

Sou maior por ser mais dos outros. Mas também me magoo mais por isso. Chego a magoar-me sem que quem o faz perceba. Agora que sei como é fácil dar-me e deixar outros caminharem comigo, parece estúpido ter de fazer alguma coisa sozinha. E no entanto, a Cláudia independente, que sabe o que quer, que corre o mundo, fazendo tudo o que é preciso para o conseguir... Continua a existir!

E assim cresço.

(Parece que um 2º semestre com 4 cadeiras anuais para fazer, um Luís longe e uns patins prestes a serem guardados, não são muito férteis em momentos de inspiração, é uma chatice.)

5 comentários:

margarida disse...

Por acaso é mesmo curioso. É o oposto de quase toda a gente!

Lu disse...

Como é que esta curiosidade é tão, tão bonita! E assim serás sempre (a) Maior!*

Lu disse...

Pronto, para quem não percebe, o que eu quero dizer é que é esta característica da Cláudia tão bem descrita no 3º parágrafo que é tão, tão bonita!!!

GueLiTUh disse...

A faculdade, por mais importante que seja, é sempre o menos :P Ter o namorado longe não ajuda, e ter de arrumar os patins é (pelo menos para mim foi) a parte mais dolorosa. Tal como eu, sei que em breve descobrirás que os patins nunca se arrumam. Eles já são parte do nosso corpo e mesmo que não estejamos a usar as rodas como dantes, os patins ajudam-nos a caminhar vida fora, a saltar obstáculos e a rodar à volta das dificuldades (só com o calcanhar) LOL
Força!!!
Um beijinho especial,
BN

Fran disse...

o que te falta é vires cantar comigo para a galé a música da Madonna "IIIIIII BELIEVEEEEEEEEEE IN YOUUUUU" e eu acredito em ti cláudia amiga :) beijinho